Luz & Sombra no Museu – Repressão, Prisão e Violência Urbana

Projeto Luz & Sombra – ESTA SEMANA!!

Novamente o grupo PET/Dir UnB e a Casa de Cultura da América Latina convida todas e todos a participar do Projeto Luz & Sombra no Museu, de 28 a 31 de maio! O tema da mostra, dessa vez, traz, através das lentes cinematográficas, a tênue relação entre a sociedade e o direito penal: Repressão, Prisão e Violência Urbana. O evento é gratuito!

A mostra faz parte do lançamento do ebook Criminologia e Cinema – Perspectivas Sobre o Controle Social, organizado pela professora Cristina Zackseski e pelo professor Evandro Piza Duarte. Tendo isso em vista, além dos dois organizadores, estarão presentes as professoras Carmen Hein de Campos e Dora Lúcia de Lima Bertúlio, que também são autoras de artigos presentes no livro.

Você pode acessar o livro clicando aqui.

Os debates também constarão com a presença do tutor do PET-Direito Alexandre Bernardino Costa.

**SERÁ CONCEDIDO CERTIFICADO DE 16 HORAS COMPLEMENTARES PARA QUEM COMPARECER EM 75% DOS PAINÉIS**

PROGRAMAÇÃO:

28 de maio – Mississipi em Chamas (EUA, 1988) 128 min.

Convidada: Dora Lúcia de Lima Bertúlio
Mestre em Direito pela UFSC. Procuradora Federal. Professora de Direito Penal. Pesquisadora sobre Direito e Relações Raciais

29 de maio – Notícias de uma Guerra Particular (Brasil, 1999) 57 min.

Convidada: Cristina Maria Zackseski
Mestre em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (1997) e Doutora em Estudos Comparados Sobre as Américas pela Universidade de Brasília (2006). Atualmente é Diretora de Projetos do Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e professora titular do Centro Universitário de Brasília (UniCEUB).

30 de maio – O Segredo de Vera Drake (Inglaterra, 2004) 125 min.

Convidada: Carmen Hein de Campos
Doutoranda em Ciências Criminais na PUC/RS. Mestre em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (1998), Mestre em Direito pela Universidade de Toronto (2007, Programa Direitos Sexuais e Reprodutivos). Advogada feminista, Professora de Direito, Consultora e Pesquisadora com interesse em Direito Penal, principalmente, nos seguintes temas: Juizados Especiais, Violência Doméstica, Direitos Humanos, Violência contra a Mulher, Criminologia, Teoria Legal Feminista, Direitos Sexuais e Reprodutivos.

31 de maio – Memories (Japão, 1995) 113 min.

Convidado: Evandro Piza Duarte
Professor de Criminologia, Direito Penal e Processo Penal UnB, Mestre em Direito Público – UFSC, Doutor em Direito na UnB, autor de Criminologia e Racismo – Introdução à Criminologia Brasileira (Juruá, 2001), organizou o livro Cotas Raciais no Ensino Superior – Entre o Jurídico e o Político (Juruá, 2008).

WebRep
currentVote
noRating
noWeight

CineCAL no Museu: Luz e Sombra

O Direito e o Cinema, embora pareçam formas de conhecimento completamente distintas, compartilham, como seu objeto de escrutínio, a riquíssima complexidade dos comportamentos humanos em seus mais diversos ângulos. Talvez seja por isso que falar de Direito através do Cinema seja uma atividade tão frutífera – através do olhar vivo e tocante da arte, podemos fazer voltar à vida conceitos que parecem tão abstratos e distantes como os do Direito, em que experiências feitas luz e sombra diante da tela podem trazer uma compreensão mais real do que centenas de páginas de manuais e legislações.

A temática do papel da mulher na sociedade contemporânea é um assunto que se favorece especialmente deste novo tratamento. Geralmente relegada à invisibilidade na formulação e funcionamento do sistema legal, a representação das complexas situações em que muitas mulheres se encontram jogam luz sobre a incidência – e sobre os silêncios – do Direito em relação a suas vidas, como resposta a suas demandas e desafios.

Desta forma, no mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, o Programa de Educação Tutorial em Direito (PET-Dir) e a Casa de Cultura da América Latina(CAL) realizaram sua primeira edição conjunta do CineCal no Museu, uma mostra de filmes seguida de debates com o tutor do PET-Dir, Alexandre Bernardino Costa, uma integrante discente do grupo e uma convidada familiarizada mais especificamente com o assunto tratado em cada filme.

Para tratar de um tema tão complexo e multifacetado em poucos filmes, os aspectos da feminilidade abordados foram os mais variados. Começando por “Maria Cheia de Graça”, que aborda o difícil tema do tráfico de mulheres pela perspectiva de Maria, a própria vítima do tráfico, passando por toda a conjuntura que a levou a tal situação, e suscitando a reflexão sobre como a opressão econômica dos países centrais, o tráfico e a política de drogas recaem com outras especificidades sobre as mulheres, discussão feita com o auxílio da professora Judith Karine Cavalcanti Santos. Questões como discriminação racial, os limites da atuação da assistência social do Estado e os fatores que levam à vulnerabilidade foram alguns dos muitos temas que surgiram a partir do tocante relato do filme “Preciosa – Uma História de Esperança”, debatido com a prof. Janaína Penalva. A professora Ana Tereza Reis Silva, tutora do PET- Educação, fez suas considerações a respeito do filme “Educação”, em que foram abordadas questões referentes tanto ao sistema educacional do ponto de vista das alunas, quanto o próprio estigma de “profissão feminina” dos cursos de pedagogia, assim como a extensão (ou até inexistência) das discussões de gênero no âmbito do curso. Por fim, os avanços – mas também os inúmeros desafios – das mulheres no acesso ao mercado de trabalho foram discutidos com a juíza do trabalho Noêmia Porto com “Revolução em Dagenham”, filme que retrata a luta pela igualdade salarial das mulheres na Inglaterra dos anos 60.

Por óbvio que as temáticas selecionadas, embora amplas, não consigam esgotar as tantas questões que as relações de gênero na contemporaneidade suscitam tanto para o Direito quanto para a arte – mas por algumas noites, no Museu da República, o Direito ganhou vida através das vidas e histórias de tantas mulheres, que em seus contextos tão diferentes se debruçavam sobre um mundo repleto de desigualdades estruturais – e nas possibilidades, idiossincrasias e limites da resposta que o Direito pode dar a elas.

E é seguindo esse viés de emaranhar a arte com a vida e o direito com a emoção que no mês de maio o PET-Direito e a Casa de Cultura da América Latina vão dar prosseguimento ao projeto, agora abordando a temática de Repressão, Prisão e Violência Urbana. Essa nova mostra será parte do lançamento do livro Criminologia e Cinema – Perspectivas Sobre o Controle Social, organizado pela professora Cristina Zackseski e pelo professor Evandro Piza. Mais uma vez o evento buscará mostrar que as conexões entre direito e arte vão para além do aspecto emocional ou teórico, permitindo um novo olhar sobre a realidade que nos cerca.

Mais sobre o evento aqui: Evento no Facebook | Programação Completa

Clique aqui para acessar o livro Criminologia e Cinema – Perspectivas Sobre o Controle Social

Luz e Sombra no Museu da República: Mulheres: Sexo, Violência e Liberdade

Aproveitando que março é o mês das mulheres, o PET-Direito e a Casa de Cultura da América Latina da UnB convida todas e todos para um circuito de filmes que irá abordar a temática do feminino, proporcionando debates críticos acerca da questão da mulher na sociedade contemporânea e girando em torno de eixos articulados, como o preconceito, a educação, o mercado de trabalho, a discriminação social, as relações familiares e o machismo. Provocando a discussão, além do professor Alexandre Bernardino Costa e de algum membro do PET-Direito, contaremos, em cada painel, com a presença de uma palestrante convidada. Os nomes seguem abaixo.

Cartaz:

*CADA PAINEL CONCEDERÁ 4 HORAS COMPLEMENTARES

PET-Direito

PROGRAMAÇÃO COMPLETA:

Dia 27/03 – Maria Cheia de Graça (título original: María, llena eres de gracia , 2004) escrito e dirigido por Joshua Marston.
Convidada Judith Karine Cavalcanti Santos (professora da Universidade Católica de Brasília e coordenadora do Projeto Promotoras Legais Populares pelo Trabalho Doméstico Decente)

Dia 28/03 – Preciosa – Uma História de Esperança (título original: Precious, 2009), de Lee Daniels.
Convidada: Janaína Penalva (professora da Faculdade de Direito da UnB)

Dia 29/03 – Educação (título original: An Education, 2009), de Lone Scherfig.
Convidada: Ana Tereza Reis da Silva (professora da Faculdade de Educação da UnB e tutora do PET-Educação da UnB)

Dia 30/03 – Revolução em Dagenham (título original: Made in Dagenham, 2010), de Nigel Cole.
Convidada: Noemia Porto (juíza do trabalho e doutoranda na UnB)

O horário de início de cada filme é às 19:30. Os debates ocorrerão após cada apresentação. Confira o local .

Confirme sua ida ao evento no facebook!

Luz e Sombra – Edição Nerd!

Sem pudores ou constrangimentos, precisamos admitir que o PET é um espaço ocupado por pessoas da estranha sub-espécie humana conhecidos como “nerds”. Os motivos para tal concentração populacional são nebulosos – talvez seja um resultado de uma concentração já levemente alta dessa curiosa categoria humana dentro do Direito, ou talvez uma associação biológica, psicológica ou até patológica entre o espírito de Petiano e uma “Nerdigkeit” – o fato é que, quando não nos ocupamos com leituras, discussões de textos e artigos, planejamento de aulas, estruturação da extensão, planejamento de atividades e teatro, podemos soltar -ainda mais – nossa imaginação no rico mundo da ficção através de livros, quadrinhos, filmes, séries…
Se em ambos os casos, as discussões são riquíssimas, tão por que não juntá-las?
O Direito, esse fenômeno complexo e por muitas vezes bizarro,  não pode se confinar a letras em papel e vozes autorizadas – como tantas coisas movidas pela genialidade e perversidade humanas, adquire vida e sentido nos mais diversos aspectos da vivência humana, desde sessões solenes até os momentos mais prosaicos, em nossos corpos e mentes, concretudes e abstrações – e, sim, também em nossa fantasia e ficção.
Por trás de robôs, monstros e heróis mascarados, se escondem e se revelam questões que estão no cerne da experiência jurídica , e que por vezes apenas podem se expressar através de alegorias e exercícios de mundos paralelos…
É por isso que o PET orgulhosamente apresenta, neste semestre, o Luz&Sombra – Edição Nerd, com a exibição de vários filmes ao longo do semestre.
Cronograma com os possíveis convidados:

–          Laranja Mecânica (Evandro)  à 28/09

–          Watchmen (Paulo Blair – a confirmar) à 10/10

–          Blade Runner (Miroslav) à 26/10

–          V de Vingança (Paulo Blair – a confirmar) à 09/11

–          Donnie Darko (a decidir) à 23/11

–          A Viagem de Chihiro (Pedro Godeiro) à 07/12

Participem!
E o filme dessa quarta-feira é Laranja Mecânica! com o professor Evandro Piza como convidado!
O que seria do Direito Penal – e de nossa sociedade –  se a violência pudesse ser fisicamente extirpada dos seres humanos? “Laranja Mecânica”, adaptação de Stanley Kubrick do livro de Anthony Burgess, acompanha Alex, um jovem líder de uma  gangue  em uma Londres futurista e violenta, que divide seu tempo entre suas duas paixões – a ultraviolência, através de espancamentos, roubos e estupros; e música clássica. Uma vez que é pego pela polícia e condenado por assassinato, Alex consegue reduzir sua pena ao passar por um experimento psicológico que visa mitigar todos os impulsos violentos de seres humanos – mas as consequências são mais drásticas do que o esperado…
A gente te espera!!!

Luz & Sombra: “Quanto vale ou é por quilo?”

No dia 18 de abril, segunda-feira, às 12h, na Sala A1-05 (FA) ocorrerá o encontro do projeto “Luz & Sombra”, organizado pelo Programa de Educação Tutorial em Direito. A proposta consiste em debater pontos de contato entre a narrativa cinematográfica e a do Direito com alunas/os de toda a Universidade.


O tema deste bloco é Ruptura e Continuidades e terá a sua terceira apresentação com o filme “Quanto Vale ou é Por Quilo?” do diretor Sérgio Bianchi. Após a exibição, haverá um debate sobre assistencialismo, direitos humanos e a pobreza no Brasil com a presença do doutorando Humberto Góes. Estão todas/os convidadas/os!

Para mais informações, entre em contato com petdir@gmail.com .