*Memento mori

Versos sôfregos
Claudicantes
Ânsia de vômito e dor esculpida palavra à palavra
Versos tortos
Epítetos lancinantes e usurpadores
mortos no hálito acre da boca que o declama,
inaudíveis à vida que foge.
Versos putrefatos
Tempestades em copo d’água
D’almas opacas e oprimidas
A Poesia estatela-se, suicida, em suas próprias farsas – muitas.

O canto reluzente,
os querubins os amores as intrigas,
o encanto dos mundos passados – e o Oriente
os príncipes dinamarqueses,
os olhos cerrados de Iracema e as flores amarelas e medrosas e também o poeta
tudo tudo, exceto o próprio verso, é inventado.

O poema é o sucedâneo
Dos que choram e dos que morrem.

*[“Lembra-te, homem, que hás de morrer.”]

 

Por Edson J. D. de Sousa

Imagem

Anúncios

Resultado Final – Seleção PET Dir – Edital 1º/2013

O PET Direito UnB tem o prazer de divulgar a lista de suas/seus mais novas/os integrantes, aprovadas/os em seleção realizada com base no Edital n. 01/2013. São um total de 8 (oito) vagas reservadas para as/os novas/os integrantes: 3 para bolsistas e 5 para não-bolsistas, alocadas segundo a ordem de classificação.

Damos as boas-vindas a todas/os e esperamos contar também com aquelas/es que ainda não foram chamadas/os para que participem das futuras atividades.

Convidamos, também, a todas/os as/os participantes da seleção a comparecer à nossa reunião de apresentação do grupo que acontecerá amanhã (24/05) no Aquário (sala CT-07).

DESEMPENHO INDIVIDUAL DAS/OS CANDIDATAS/OS

(por ordem de classificação)

Número de inscrição

Nota da 1ª fase

Nota da Entrevista

Nota Final

10

44,172

43

87,172

05

39,334

47

86,334

11

48

36

84

04

34,98

47

81,98

08

39,332

42

81,332

12

38,2166

40

78,2166

13

37,66

40

77,66

06

43,8

33

76,8

03

33,6666

40

73,6666

15

39,5112

33

72,5112

14

37

32

69

02

33

30

63

Resultado da 1ª Etapa – Seleção PET Dir – Edital 1º/2013

SELEÇÃO DE BOLSISTAS – PROGRAMA DE EDUCAÇÃO TUTORIAL (PET-DIREITO)

Edital n. 1/2013

Resultado da Primeira Etapa de Seleção

(Análise de histórico + Prova Escrita)

por ordem de inscrição

Resultado da 1ª etapa

Inscrição

Nota

1

——

2

33

3

33,6666

4

34,98

5

39,334

6

43,8

7

32

8

39,332

9

——

10

44,172

11

48

12

38,2166

13

37,66

14

37

15

39,5112

Atenção!!

Segunda etapa: Entrevistas
20/05 (Segunda-feira): Inscrições pares
21/05 (Terça-feira):  Inscrições ímpares

Seleção 2013 – Prova de conhecimento: 13 de maio, Sala A1-04, a partir das 14:30.

image_thumb[1]

Mais uma etapa da seleção de 2013 do PET-Dir UnB chegou ao seu fim. Após duas semanas de divulgação, com belos cartazes, apresentações de filmes, na FD e no Musel da República, e o desabrochar de competentes poetas em nosso blog, podemos avançar mais em nossa programação. Com o encerramento das inscrições na última sexta-feira (10) às 21:00, inaugura-se um novo e importante momento para todos/as aqueles/as que pretendem fazer parte do nosso grupo. Chegou a hora de sentar, divagar e escrever todos os seus devaneios. A prova de conhecimento – isto é, a parte escrita de nossa avaliação -, como consta no edital, é parte integrante que compõe a nota dos/as candidatos/as. De forma geral, o que é exigido de vocês, pra além de conteúdos ou opiniões pré-moldadas, é capacidade argumentativa de defender uma tese em um texto corrido e bem fundamentado. É forçoso afirmar que os/as candidatos não são avaliados em suas opiniões, mas sim, e aí criteriosamente observados, na aptidão que demostram em seus textos em discutir a temática proposta. Como todos/as devem saber, e provavelmente quem se inscreveu sabe mais do que o restante, a prova de conhecimentos tem horário, data e local marcados com antecedência e disponíveis no edital: a prova escrita se dará no dia 13 de maio de 2013 (segunda-feira), entre às 14:30 e às 17:30, na sala FA A1-04 (também conhecida como ‘sala da pós-graduação’), na própria Faculdade de Direito, portanto. Em síntese, é preciso que os/as candidatos/as portem documento original com foto – carteirinha da faculdade ou Registro Geral (RG), de preferência -, caneta esferográfica azul ou preta e todos os seus amuletos da sorte. 

Os/as integrantes do Programa de Educação Tutorial em Direito (PET-Dir UnB) desejam uma boa avaliação a todos/as os/as pleiteiam participar do grupo por meio do atual processo seletivo. Também deixamos o convite para aqueles/as que por quaisquer motivos não tenham feita a inscrição no período devido, que tomem parte de nossas atividades ao longo do ano. O PET-Dir é um grupo aberto, diversificado e multifacetado, não necessitando de formalização para que alguém acompanhe suas atividades – o processo seletivo é um requisito formal exigido para aqueles/aquelas que pretendem receber o certificado de participação.

Brasília, 13 de maio de 2013.

Prof. Alexandre Bernardino Costa

Tutor do Grupo PET Direito

Universidade de Brasília (UnB)

 

Dona A.

Por João Victor Fiocchi

Da caminhada, o encontro.
Pelo só fato de ser, ensinou.
Não pela idade avançada
– os sábios são inférteis
nos limites dos muros.

Ensinou.
Eram as suas marcas.
Elas falavam e impunham sua existência.
Ela as trazia consigo.
Ela as trazia: olhe!

Mãos trêmulas tropeçam na assinatura:
o embaraço.
Pressão latente transborda:
a lágrima aprisionada, a pausa.
Idade avançada, família pra cuidar, processo:
o medo.

Corpo danificado
para além da ação do tempo.

Você, trabalho vivo mortificado
Você, corpo gasto pelo(a) Capital
Você, à flor da pele
Você, presença viva:
dialética exposta de uma promessa que nunca foi.

Acompanhar-te é expor-me,
é segurança momentânea, talvez
Despedir-me é expor-te
novamente, e como sempre,
à suspensão habitual.

Esqueço-me de que lhe é corriqueira a suspensão,
E me despeço de ti com um beijo no rosto,

Dona A.

Como quem se despede de gente.
Mas não é facultado rememorar que se é.
Não a você.
Você é.
Na calma branda e suave
de quem se subleva e grita sem fazer ruído algum:
Aqui estou!

Grito inscrito na mão trêmula.
Grito de uma lágrima proibida.
Grito da família a sustentar.
Grito do corpo que se apresenta.
Aqui estou!

maos_cansadas

A Universidade e seu colorido: nota de repúdio à remoção dos cartazes da seleção 1/2013 do PET-Dir UnB.

601934_611462938883444_223910539_nHoje a postagem no blog do PET vai ser diferente. Diferente porque não podemos ficar indiferentes. Diferente porque se faz necessário sê-lo. Um recente ocorrido na Faculdade de Direito da Universidade de Brasília não pode passar em branco, merece considerações.

Fizemos diversos cartazes e os espalhamos pela FD numa terça-feira (dia 30 de abril) para divulgar a seleção do PET. No dia seguinte, quarta feira (dia 1º de maio) os mesmos cartazes haviam sido retirados, muitos estavam amassados e outros, rasgados.

Retirados, amassados e rasgados, também estavam tantos outros cartazes de protesto que o movimento eNãoVamosParar[1] fazia colorir a Faculdade devido à conjuntura referente a problemas novos e antigos a respeito do compromisso docente com a instituição e que vem sendo afastados do debate público. Não entraremos nos pormenores desses, por não ser o foco da presente nota, e por já haver outras que exaurem bem a questão[2].

A presente nota busca rechaçar veementemente os atos praticados. O PET-Dir considera inadmissível a remoção de manifestações de movimentos contestatórios de discentes por parte de funcionários da Faculdade de Direito. O ocorrido não condiz com a promoção de uma cultura democrática na Universidade e deve ser encarado com a seriedade e desconfiança que merecem. Muito grave é também a retirada dos cartazes de divulgação de atividades de um grupo que realiza extensão, pesquisa e ensino, que está institucionalmente ligado à Faculdade e à Universidade e que por elas deveria ser fomentado. De forma alguma esse tipo de postura pode ser aceito. Aceitá-lo é aceitar o retrocesso.

Em face da inconformidade de diversxs discentes, a direção da FD realizou uma retratação pública – divulgada pelo Centro Acadêmico de Direito (https://www.facebook.com/cadirunb/posts/612427048787033) – se desculpando pelo ocorrido. Consideramos essa postura não só bem-vinda, como extremamente necessária. Ocorre que, apesar dessa atitude, nós, enquanto grupo, não poderíamos nos portar passivamente frente a posturas que violam as condições mais básicas de qualquer espaço que se pretenda aberto, público, transparente e democrático.

295308_643319569018772_984775889_n

[2] Nota do Centro Acadêmico de Direito que explana a conjuntura em que ressurge referido movimento discente: (https://www.facebook.com/photo.php?fbid=611462938883444&set=a.482773225085750.122690.482752191754520&type=1&theater)